COMO FAZER UMA INTRODUÇÃO – MÉTODO EM BLOCOS

Compartilhar:

A partir do momento em que um leigo começa a ler um TCC, a primeira parte que este vem a conhecer é a introdução TCC. Nela o assunto do trabalho é embasado e o leitor toma conhecimento sobre o que se trata a obra. Para aprender como fazer uma introdução no estilo Monografis com o método TCC em blocos, continue a leitura nos próximos capítulos.

Esse ponto é muito importante e deve ser feito com o máximo de cuidado, pois o primeiro contato que a banca terá com o trabalho será através dele. Assim como todas as outras, também apresenta uma estrutura com sete blocos.

A introdução é basicamente seu Projeto TCC resumido e escrito de uma forma corrida. Por isso, tenha em mãos o seu Projeto, pois usará quase todos os elementos que você fez aqui na introdução.

O exemplo de como fazer uma introdução utilizado durante esse artigo é de um projeto TCC que tem como foco a importância do Marketing. Este é um dos modelos do Monografis para TCC, você pode obter mais conteúdos clicando aqui.

Sumário

  1. Contextualização de tudo.. 2
  2. descrição geral. 3
  3. problema de pesquisa. 5
  4. objetivo geral. 6

4.1. Objetivos específicos. 7

  1. justificativa da pesquisa. 8
  2. metodologia adotada no trabalho.. 10
  3. estrutura dos capítulos do trabalho.. 11

7.1. Exemplos.. 12

  1. recapitulando.. 14

Bibliografia. 15

 

1. CONTEXTUALIZAÇÃO DE TUDO

Como fazer uma introdução

No primeiro bloco da introdução TCC, devem estar contidos o tema e uma contextualização de tudo que será abordado no trabalho. Sendo o assunto a ser desenvolvido juntamente com o cenário relativo que o aluno escolheu para situar o leitor no contexto da monografia a ser dissertada.

O tema TCC é a perfeita combinação entre o assunto tratado e o local que abrange. No momento de sua escolha, deve ser levada em consideração a presença de um especialista para orientação e supervisão, a existência de bibliografias e o tempo disponível para a confecção e pesquisa (PICCOLI, 2006).

A questão principal, obviamente, não está no tipo de assunto TCC que o acadêmico venha a escolher. Mas sim, no fato de haver um orientador adequado na instituição, o período para a realização da pesquisa, as referências para serem embasadas e o local onde ocorrerá.

Ao escolher um determinado tema TCC o pupilo precisa delimitá-lo de modo que apenas uma pequena área seja abrangida. A fim de evitar um deslocamento muito grande que pode ocasionar na demora do resultado final (FERRARI, MOREIRA e VALDERRAMAS, 2015).

Conforme verificado, o primeiro autor alega que na eleição de um tema é preciso verificar se a faculdade oferece um orientador adequado, fontes confiáveis de informação sobre ele e se há tempo para fazer o projeto. Indo ao encontro, o segundo afirma que quanto mais restrito melhor, para a economia de tempo.

Esse bloco deve ter mais de sete linhas e ainda ter “ponto” iniciando nova frase ou ideia. Veja um exemplo do que escrever nesse bloco:

“O marketing é uma ferramenta estratégica voltada para o posicionamento mercadológico que atua, inclusive na atribuição de valor. Atribuir valor depende diretamente do mercado, visto que o valor recebido estará ligado a como consumidores enxergam determinado produto ou serviço. Tanto que, o marketing além de atribuir valor, exerce a função de satisfazer necessidades dos consumidores”.

No parágrafo de exemplo acima, foi contextualizado sobre o que se pretende falar, veja o que foi mencionado: Posicionou o Marketing como ferramenta estratégica e ainda relacionou a atribuição de valor a satisfação dos consumidores. Daí o próximo parágrafo vai dizer como o Marketing é importante no geral e no próximo parágrafo já mostra o problema que pode ser resolvido com tudo isso.

Espera-se dessa forma, que o tema TCC possa ser devidamente especificado e apontado na introdução de TCC. É recomendável conceituar com suas palavras o tema, lembre-se de sempre seguir tudo que já vem sendo dito ou será informado na sua pesquisa. Para aprender a delimitar o tema TCC leia o artigo Tema TCC – 4 Passos Engessados Para Você Escrever o Seu.

2. DESCRIÇÃO GERAL

Após fazer uma análise minuciosa sobre o tema no bloco anterior, é necessário fazer uma descrição geral sobre o mesmo. De forma universal, para que o público possa entender qual contexto está inserido.

Generalizar o tema é a forma pela qual o autor pode mostrar de uma forma ampla o quer expressar com o projeto. Nele também estão contidas a justificativa e sua importância para a sociedade (MIGUEL, 2012).

Quando se fala em difundir, rapidamente se imagina uma pirâmide, onde no topo está apenas uma única instância sustentada pelas outras na parte inferior. Fazer isso com o tema permite ampliar a visão da banca em relação a ele.

Apesar de muitos temerem a escolha do tema para investigação o ato de descrevê-lo resumidamente facilita muito o entendimento de indivíduos que não estão familiarizados. Também é utilizado para unir muitos pontos importantes (THUMS, 2003).

A generalização é uma metodologia utilizada quando os estudantes procuram formas de como fazer uma introdução. Servindo tanto para alargar o pensamento de quem inspeciona o monografia quanto unir vários itens importantes dando apenas um conceito a eles.

Você pode começar este bloco com alguns dos articuladores textuais abaixo:

  • De forma geral…
  • Desta forma…
  • Da mesma forma…
  • Em sua totalidade…
  • Comumente isso acontece porque…
  • De forma generalizada…
  • Sua abrangência é…
  • A forma mais popular de interpretar o…

Veja um exemplo do que escrever nesse parágrafo:

“De forma geral, o marketing atual busca atrelar as necessidades que o cliente possui as características de seus produtos. Com isso, o mercado apresenta produtos que representam muito mais do que a satisfação de necessidades básicas, vê-se nesse ponto, estratégias de marketing que visam tornar os produtos a própria imagem do cliente, com intuito de fazer o consumidor se identificar com o que lhe foi prestado”.

Tudo que você tem que fazer no primeiro parágrafo é falar sobre seu tema no geral, sem afunilar para sua delimitação. Por exemplo, se você vai falar de Marketing, então, Marketing é seu tema, se você vai falar sobre “Mudança de Marca” que está dentro de Marketing, essa é sua delimitação. Seguindo essa lógica, você não fala de mudança de marca no primeiro parágrafo da sua Introdução, mas sim, sobre Marketing. Você pode se concentrar em falar o conceito do Marketing e sua importância.

Pode-se dizer que um dos métodos de como fazer uma introdução mais utilizados quando se fala do tema é a generalização. Ela permite que muitas palavras possam ser unidas como uma só ou termo. Também melhora a forma que sujeitos sem muito conhecimento sobre a temática conseguirem compreende-la.

3. PROBLEMA DE PESQUISA

No terceiro bloco deve ser apontada a pergunta problema TCC. Antes de se lançar ao ar qual a questão que se deseja responder durante a pesquisa, é aconselhável que se faça um breve resumo para levantar o problema.

É constituída por uma afirmação ou pergunta que a mostra a posição de intranquilidade ou hesitação perante algum aspecto do saber. Levando à definição de um instrumento e à formulação de deduções e interrogações (MENDES e TACHIZAWA, 2006).

Logo após a escolha do tema, uma pergunta ou afirmação problema é criada. Ela expressa todas as suspeitas e dúvidas sobre o mesmo. Direcionando para o descobrimento de uma peça de estudos e inquirições.

Não há como fazer uma introdução de um trabalho desse porte sem mencionar qual o problema a ser resolvido. O aluno deve deixar de forma clara qual o problema da pesquisa e mostrar que ele ainda não foi resolvido, mas que vale a pena ser solucionado. Quanto mais dificuldades os avaliadores tiverem para encontrar as respostas às questões fundamentais, pior será a impressão que o texto causará (WAZLAWICK, 2014).

A pergunta problema de pesquisa de acordo com Mendes e Tachizawa pode ser entendida como um enigma que representa todas as surpresas de motor da ciência. Em companhia de Wazlawick, aponta para o fato de a linguagem estar transparente, visto que pode prejudicar no efeito que o projeto TCC despertará.

Antes de tudo é necessário introduzir um cenário do problema para depois fazer a pergunta. Caso você tenha que falar para alguém que perdeu um dia todo de produção em uma indústria, você não vai chegar e dizer ao seu chefe: “Perdemos um dia todo de produção”, no mínimo você começará dizendo: “Lembra-se daquela máquina que vinha dando problema todo mês ? Pois bem, aconteceu o pior…”. A seguir segue um exemplo do que escrever nesse bloco:

“Diante das intempéries do mercado, um fator que permanece em evidência é a importância das pessoas no ambiente empresarial. É a área de Recursos Humanos que se apresenta como a principal responsável pela melhor avaliação do capital intelectual, a ponto de garantir a escolha certa de profissionais em consonância com a cultura e objetivos da empresa, gerando menores conflitos internos e promovendo a alavancagem competitiva da organização, com respaldo na afirmação de Chiavenato (1999, p. 81), segundo a qual “a seleção de recursos humanos pode ser definida singelamente com a escolha do homem certo capa o cargo certo […].”

Obs.: Só use citações para embasar a ideia, aconselho que seja uma citação direta curta como essa acima. Muitas faculdades não permitem citação na introdução, então, antes de usar verifique com seu orientador ou manual acadêmico.

Portanto, buscou-se reunir dados/informações com o propósito de responder ao seguinte problema de pesquisa: Como o marketing pessoal pode influenciar o resultado do processo de seleção?

Vê-se por isso que a pergunta problema é a maneira pela qual todos os inquéritos importantes são exprimidos. Deve ser elaborada de forma sucinta, pois quanto mais contratempos a banca encontrar, pior a nota final vai ser. Para aprender a elaborá-la leia o artigo Como Eu Fiz o Problema de Pesquisa Em 3 Etapas.

4. OBJETIVO GERAL

Um longo caminho é necessário para chegar à luz no fim do túnel. É por esse motivo que os orientadores aconselham o aprendiz a colocar o objetivo geral e os objetivos específicos quando estes perguntam como fazer uma introdução.

Cada trabalho TCC deve apresentar apenas um único objetivo geral, para mostrar a natureza das investigações. Similarmente é instruído que seja definido a partir do problema de pesquisa (ALVES, 2013).

É obrigatório que num projeto TCC seja apresentado o objetivo geral, do mesmo modo que na dissertação final idem. Todavia cada estudante deve ter o seu próprio escopo.

Numa monografia o objetivo geral deve responde a duas perguntas: o que fazer? Aonde se quer chegar? Através delas será possível formar uma meta para ser apresentada a plateia (CAMPOS, 2008).

Consoante a Alves, cada pupilo deve mostrar seu objetivo principal sem copiar o dos colegas. Tal qual alega Campos que duas indagações devem ser esclarecidas: aonde se quer chegar e o que ser quer fazer?

Em conclusão, neste bloco deverá ser colocado o que o educando pretende. Cada um deve apresentar o seu variando dos demais apresentas por outros.

4.1. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Da mesma forma que é preciso dizer à banca qual a tarefa principal que o projeto visa realizar, também é importante relatar quais os passos que devem ser utilizados para alcançá-la.

Os objetivos específicos devem ser mencionados em formato de pequenas metas a serem alcançadas, dispostos em tópicos com verbos no infinitivo. O objetivo geral é mais abrangente, ao passo que os objetivos específicos são mais operacionais (SANTOS, 2006).

Alocados com a ajuda de verbos no infinitivo e como pequenos títulos, eles descrevem o objetivo geral. Por serem mais funcionais, podem ser vários para um único fim.

Se relacionando aos aspectos da hipótese, por seu turno são objetos de investigação empírica no universo em questão. Muito similar a uma escada, sua construção caracteriza o objetivo geral como um todo (FRÖHLICH e DORNELES, 2011).

Encontrando-se intimamente ligados um ao outro se tornam parte fundamental quando o assunto é como fazer uma introdução. Se parecem muito com o ato de subir uma escada caracterizando o objetivo geral como um todo como diz esse. Em concordância, aquele alega que são colocados como pequenas subdivisões com verbos no infinitivo.

Neste bloco, com quatro a sete linhas é preciso apresentar os objetivos do trabalho, tato o geral quanto os específicos sem a utilização de marcadores ou números.

Veja um exemplo do que escrever nesse bloco:

“O objetivo das estratégias de marketing atuais visa alcançar exatamente a identificação do cliente com o seu produto. Isso, porque à medida que o cliente passa a se identificar com o produto prestado existe a possibilidade de sua fidelização. E uma das estratégias para atribuir essa identificação aos produtos está voltada para gestão de marcas, ou branding.”

Conclui-se que os objetivos específicos são pequenas tarefas a serem cumpridas a fim de se alcançar o objetivo final. São contados em tônicas com verbos no infinitivo sem numerações ou qualquer tipo de marcador. Para aprender a identificá-los leia o artigo OBJETIVO GERAL: Os Pontos Específicos Que Faltavam Para Alcançar O Topo.

5. JUSTIFICATIVA DA PESQUISA

Nesse parágrafo apresentam-se as justificativas do trabalho. Mas o que é isso? A justificativa do trabalho é a importância do mesmo. Aqui apresentamos o porquê de o trabalho ser importante? Qual a importância do trabalho para a sociedade, comunidade científica, pessoal etc?

Recebe o nome de justificativa de TCC, os motivos de ordem prática que tornam importante a realização do projeto TCC. Geralmente é o elemento mais importante, pois contribui diretamente nos primeiros contatos com a empresa que financiará todo o empreendimento (PRODANOV e FREITAS, 2013).

Por ser fundamental na estrutura do trabalho de conclusão de curso, a apologia é uma das primeiras coisas a fazer contato com os clientes. Apresenta os pretextos para a consumação do planejamento.

Mesmo que cada escritor ensine uma técnica diferente de como fazer uma introdução, todas devem conter a justificativa. De um jeito tangível o formando precisa especificar o como cada uma das partes envolvidas será beneficiada (HÜBNER, 2004).

Não é exagero afirmar que o que verdadeiramente atrai investidores para grandes projetos são suas justificativas. A maioria visa logo de início saber quanto irá lucrar com ele. Por esse motivo é parte fundamente da introdução de TCC.

Você pode começar introduzindo sua justificativa com umas quatro linhas e depois descrevê-la.

Veja um exemplo do que escrever nesse bloco:

“Diante de um mercado altamente competitivo e que nos mais diversos ramos, sua clientela prezará cada vez mais por credibilidade e confiabilidade, as empresas buscam se destacar pela qualidade de seus serviços e/ou produtos. Um dos meios de diferenciação está na atribuição de valor (qualidade) da empresa em suas marcas, através de um consistente investimento em marketing.

Para tanto, as organizações precisam se posicionar quanto à sua marca, procurando ter ciência de quando sua manutenção será viável, ou em alguns casos, necessária. Nesse contexto, a proposta de trabalho científica visa apresentar conceitos, definições e ferramentas necessárias às decisões de manutenção e/ou alteração da marca da organização, baseando-se em princípios do Marketing Moderno voltados às estratégias ligadas diretamente a Gestão de Branding.”

O trecho em verde é a justificativa tirada do projeto de TCC o que vem antes é a contextualização da justificativa.

Em resumo, a justificativa do projeto de pesquisa é primordial para atrair investidores, já que apresenta o que cada pessoa envolvida irá ganhar. Para aprender a confeccioná-la leia o artigo Como Montar Uma Justificativa De TCC Com Apenas 4 Perguntas.

6. METODOLOGIA ADOTADA NO TRABALHO

Essa etapa apresenta qual a metodologia adotada pelo trabalho. Deve ser escrita de forma dissertativa, não use marcadores ou numeração aqui, texto corrido. Pesquisa bibliográfica, de campo? Depois de especificar qual tipo de pesquisa é, lembre-se de especificar os procedimentos. Se for pesquisa de bibliografia, o que se fará? Resposta: resumo e fichamento dos livros lidos etc. A mesma coisa com qualquer tipo de pesquisa. Também é oportuno, neste parágrafo, apresentar os principais autores que embasarão a pesquisa. Lembre-se que este parágrafo pode se estender para mais de um.

Qualquer trabalho que tenha caráter científico deve propiciar sua realização por outro pesquisador. Para isso os métodos utilizados devem ser descritos no corpo do trabalho sendo classificados em: métodos de abordagem, métodos de procedimentos e de técnicas de pesquisa (BONAT, 2009).

Os métodos de pesquisa são classificados em três formas quanto às técnicas, de abordagem de procedimentos e maneiras. Por obrigação, facilitam a sucessão de novas pesquisas sobre o mesmo tema.

Definida com base no problema formulado, a metodologia de pesquisa descreve como são testadas as hipóteses. Pode oscilar de acordo com os objetivos a serem alcançados e com os problemas a serem investigados ou que surgem isoladamente (LOPES, 2006).

Todos os tipos de projetos que possuem finalidade científica têm por obrigatoriedade apontar sua metodologia com o intuito de ajudar a outros que quiserem continuar ou melhora-la. Ela pode variar conforme as adversidades aparecem e/ou as metas são alcançadas.

Esse bloco deve ser bem explicado, por esse motivo, pode ter muitas linhas, considere mais de cinco linhas.

Veja um exemplo do que escrever:

“Para o desenvolvimento do presente trabalho foram utilizadas pesquisas bibliográficas e de campo, além de estudo de caso. A pesquisa bibliográfica baseou-se em publicações científicas da área de marketing. O estudo de caso foi desenvolvido, em sua totalidade, através de pesquisa de campo, envolvendo o perfil do cliente, sua visão em relação à empresa, avaliação geral empresa e pesquisa de satisfação.”

A metodologia é o “como” você fez ?. Então a banca espera entender como você fez. Até uma historinha aqui é bem vinda. Tipo: Visita realizada a empresa X no dia tal, os funcionários João e Marcos da gerência foram entrevistados e outro grupo de pesquisadores foram aplicar os questionários com perguntas abertas devido sua característica qualitativa no setor de produção. Devido ao alto grau de dificuldade do assunto, temos como base teórica alguns dos melhores autores, como: Pacheco, Tybel e Miguel.

Veja no exemplo acima que foi adotado explicar como uma história, isso também é possível desde que mantenha sua escrita na terceira pessoa.

Em suma, a metodologia da pesquisa utilizada tem como finalidade ajudar a terceiros. É maleável conforme os obstáculos enfrentados e as conquistas Para aprender como montar a metodologia ou qual aplicar leia o artigo Metodologia Cientifica – 9 Exemplos Fáceis de por em Pratica.

7. ESTRUTURA DOS CAPÍTULOS DO TRABALHO

O último bloco apresenta-se a estrutura dos capítulos do trabalho. Quando um professor explica como fazer uma introdução apenas duas perguntas precisam ser respondidas: em quantos capítulos o trabalho está dividido? Sobre o que trata cada capítulo?

Escreva de forma dissertativa, não use marcadores ou numeração aqui. Texto corrido. Esse bloco deve ser bem explicado, por esse motivo, considere escrever mais de 10 linhas.

Veja um exemplo do que escrever nesse bloco:

“O trabalho de conclusão de curso estrutura-se em quatro capítulos, apresentando-se no primeiro a história e definições acerca do marketing baseado em vários autores, além da evolução, importância e do planejamento de marketing. No segundo capítulo é abordada a marca, envolvendo origem, conceitos e mencionando a importância da gestão da marca no processo de atribuir valor a este importante item. Além de descrever o quão decisiva uma boa gestão de marca para alcançar a fidelidade do consumidor em relação a ela. Esse capítulo também apresenta estratégias de marca aplicadas no contexto das organizações de acordo com suas necessidades e projetos.

O terceiro capítulo caracteriza o estudo de caso, com análise da organização objeto do estudo, envolvendo sua identificação, breve histórico e demais itens que compõem a Efetiva Serviços. No capítulo quatro e apresentada a pesquisa de campo e os diversos itens que a compõe como perfil, visão, avaliação e satisfação dos clientes, todos efetuados na cidade de São Mateus/ES, com o objetivo de responder o problema apresentado acima.”

É preciso ressaltar que esse deve ser o último parágrafo a ser escrito de toda a obra, Uma vez que precisa conter informações resumidas de todos os capítulos em questão, escritos em ordem cronológica, sem citações ou enumerações.

7.1. EXEMPLO DE COMO FAZER UMA INTRODUÇÃO

Abaixo segue o exemplo de como fazer uma introdução. Vale lembrar que este bloco foi retirado de um TCC já aprovado com o tema a importância do Marketing:

“O marketing é uma ferramenta estratégica voltada para o posicionamento mercadológico que atua, inclusive na atribuição de valor. Atribuir valor depende diretamente do mercado, visto que o valor recebido estará ligado a como consumidores enxergam determinado produto ou serviço. Tanto que, o marketing além de atribuir valor, exerce a função de satisfazer necessidades dos consumidores.

De forma geral, o marketing atual busca atrelar as necessidades que o cliente possui as características de seus produtos. Com isso, o mercado apresenta produtos que representam muito mais do que a satisfação de necessidades básicas, vê-se nesse ponto, estratégias de marketing que visam tornar os produtos a própria imagem do cliente, com intuito de fazer o consumidor se identificar com o que lhe foi prestado.

Diante das intempéries do mercado, um fator que permanece em evidência é a importância das pessoas no ambiente empresarial. É a área de Recursos Humanos que se apresenta como a principal responsável pela melhor avaliação do capital intelectual, a ponto de garantir a escolha certa de profissionais em consonância com a cultura e objetivos da empresa, gerando menores conflitos internos e promovendo a alavancagem competitiva da organização, com respaldo na afirmação de Chiavenato (1999, p. 81), segundo a qual “a seleção de recursos humanos pode ser definida singelamente com a escolha do homem certo capa o cargo certo […]”.

Portanto, buscou-se reunir dados/informações com o propósito de responder ao seguinte problema de pesquisa: Como o marketing pessoal pode influenciar o resultado do processo de seleção?

O objetivo das estratégias de marketing atuais visa alcançar exatamente a identificação do cliente com o seu produto. Isso, porque à medida que o cliente passa a se identificar com o produto prestado existe a possibilidade de sua fidelização. E uma das estratégias para atribuir essa identificação aos produtos está voltada para gestão de marcas, ou branding.

Diante de um mercado altamente competitivo e que nos mais diversos ramos, sua clientela prezará cada vez mais por credibilidade e confiabilidade, as empresas buscam se destacar pela qualidade de seus serviços e/ou produtos. Um dos meios de diferenciação está na atribuição de valor (qualidade) da empresa em suas marcas, através de um consistente investimento em marketing.

Para tanto, as organizações precisam se posicionar quanto à sua marca, procurando ter ciência de quando sua manutenção será viável, ou em alguns casos, necessária. Nesse contexto, a proposta de trabalho científica visa apresentar conceitos, definições e ferramentas necessárias às decisões de manutenção e/ou alteração da marca da organização, baseando-se em princípios do Marketing Moderno voltados às estratégias ligadas diretamente a Gestão de Branding.

Para o desenvolvimento do presente trabalho foram utilizadas pesquisas bibliográficas e de campo, além de estudo de caso. A pesquisa bibliográfica baseou-se em publicações científicas da área de marketing. O estudo de caso foi desenvolvido, em sua totalidade, através de pesquisa de campo, envolvendo o perfil do cliente, sua visão em relação à empresa, avaliação geral empresa e pesquisa de satisfação.

O trabalho de conclusão de curso estrutura-se em quatro capítulos, apresentando-se no primeiro a história e definições acerca do marketing baseado em vários autores, além da evolução, importância e do planejamento de marketing. No segundo capítulo é abordada a marca, envolvendo origem, conceitos e mencionando a importância da gestão da marca no processo de atribuir valor a este importante item. Além de descrever o quão decisiva uma boa gestão de marca para alcançar a fidelidade do consumidor em relação a ela.

Esse capítulo também apresenta estratégias de marca aplicadas no contexto das organizações de acordo com suas necessidades e projetos. O terceiro capítulo caracteriza o estudo de caso, com análise da organização objeto do estudo, envolvendo sua identificação, breve histórico e demais itens que compõem a Efetiva Serviços. No capítulo quatro e apresentada a pesquisa de campo e os diversos itens que a compõe como perfil, visão, avaliação e satisfação dos clientes, todos efetuados na cidade de São Mateus/ES, com o objetivo de responder o problema apresentado acima.”

8. RECAPITULANDO

Resumindo tudo, para conseguir produzir uma introdução de TCC é preciso entender suas sete partes fundamentais. A contextualização de tudo, a descrição geral, o problema de pesquisa, o objetivo do trabalho, a justificativa de pesquisa, a metodologia adotada no trabalho e a estrutura dos capítulos do trabalho.

Logo de início, o tema e um breve resumo de tudo devem ser apresentados. O leitor deve conseguir imaginar o cenário por completo de maneira clara e sem o uso de citações externas.

Na descrição geral é preciso colocar uma destrinchar do tema. Colocá-lo de forma trivial para que a banca possa entender melhor, expandindo seu pensamento e unindo várias partes em uma só.

A pergunta problema também deve estar contida na introdução de um trabalho. Ela tem como finalidade divulgar todas as complicações que a pesquisa vai solucionar.

O objetivo geral pode ser entendido como a meta que o pupilo quer alcançar em longo prazo, já os objetivos específicos são metas em curto prazo. Ambas precisam ser mencionadas de forma sucinta e com as palavras do estudante.

A justificativa é um dos blocos mais importantes e precisa ser posicionada da melhor maneira possível. Ela mostra explicitamente como cada membro sairá beneficiado ao final do processo.

Designada a facilitar que terceiros possam aprofundar-se mais no futuro, a metodologia pode ser utilizada por outros pesquisadores. Muda conforme os objetivos específicos são alcançados e conforme o aparecimento de transtornos.

Por último, é alocada a estrutura que estão todos os capítulos do trabalho. Sem enumeração ou qualquer tipo de marcador. Fazendo um apanhado de cada um.

Como Fazer uma Introdução – Por: Jader Bastista Favero

BIBLIOGRAFIA

ALVES, M. Como escrever teses e monografias: um roteiro passo a passo. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

BONAT, D. Metodologia da pesquisa. Curitiba: IESDE Brasil, 2009.

CAMPOS, E. TPM – Tensão Pré Monografia: monografia sem stress. Francisco Beltrão: Campos, 2008.

FERRARI, M. A. M. C.; MOREIRA, M. R.; VALDERRAMAS, Z. L. Manual de elaboração e normalização de Trabalhos de Conclusão de Curso: TCC segundo as normas ABNT e Vancouver. São Paulo: Biblioteca 24Horas, 2015.

FRÖHLICH, E. R.; DORNELES, S. B. Elaboração de monografia na área de desenvolvimento rural. Porto Alegre: UFRGS, 2011.

HÜBNER, M. M. Guia para elaboração de monografias e projetos de dissertaçao de mestrado e doutorado. São Paulo: Thomson Learning Mackenzie, 2004.

LOPES, J. O fazer do trabalho científico em ciências sociais aplicadas. Recife: UFPE, 2006.

MENDES, G.; TACHIZAWA, T. Como fazer monografia na prática. 12. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

MIGUEL, P. A. C. Metodologia de pesquisa para engenharia de produção e gestão de operações. Rio de Janeiro: ABEPRO, 2012.

PICCOLI, J. C. J. Normalização para trabalhos de conclusão em Educação Física. 2. ed. Canoas: ULBRA, 2006.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. D. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

SANTOS, V. D. Trabalhos acadêmicos: uma orientação para a pesquisa e normas técnicas. Porto Alegre: AGE, 2006.

THUMS, J. Acesso à realidade: técnicas de pesquisa e construção do conhecimento. Canoas: ULBRA, 2003.

WAZLAWICK, R. Metodologia de pesquisa para ciência da computação. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014.

 

Compartilhar:

Douglas Tybel

Analista de Sistemas pela Faculdade Vale do Cricaré (2006). Pós em Engenharia de Softwares (2008) e Pós em Docência no ensino superior. Professor na Faculdade FVC, também atuo como Sócio Proprietário da Efetiva Serviços e Fundador do Maior Canal de TCC do Youtube - Guia da Monografia. Idealizador do Projeto Inovador - Um software Orientador de TCC nunca criado no Brasil ou exterior.

  • lucinete de Fátima Alves Pereira

    Só tenho a agradecer você Douglas Tybel pelo brilhante trabalho que faz. quantas orientações você nos passa. Indico sempre seu trabalho porque em você podemos acreditar. Parabéns.

    • Nossa, muito obrigado Lucinete. Fico muito feliz por seu comentário. Se tiver dicas para novos artigos ou vídeos, me avisa.